fbpx

Lipoaspiração x Abdominoplastia: qual a diferença?

Estão surgindo cada vez mais opções de cirurgias e procedimentos no mercado da estética. E a escolha da técnica correta é essencial para que os resultados obtidos atinjam as expectativas dos pacientes. Dessa forma, o diálogo entre médico e paciente é fundamental para que todas as possibilidades e desejos estejam esclarecidos. 

No caso das cirurgias plásticas, é comum que as pessoas se confundam entre uma e outra. Por isso, hoje vamos esclarecer as diferenças mais marcantes entre Lipoaspiração e Abdominoplastia. 

Lipoaspiração:

A Lipoaspiração é o procedimento indicado para eliminar a gordura localizada, que pode ser encontrada em diferentes locais do corpo, como barriga, flancos, costas, coxas e braços. Além disso, ela pode estar associada à lipoescultura, que consiste na retirada de gordura localizada de um local e aumento de outro. 

A remoção da gordura localizada é feita através de cânulas de sucção que são inseridas por meio de pequenas incisões até o tecido adiposo. Ao chegar nesse local, um sistema de vácuo aspira a gordura. 

É importante ressaltar que devido à complexidade do procedimento, os cuidados no pós-operatório são fundamentais para obtenção do melhor resultado. O repouso, por exemplo, deve ser levado muito a sério e é indicado que ele seja feito entre duas semanas e um mês.

As cicatrizes são pequenas e discretas, ficando quase imperceptíveis após a recuperação.

Abdominoplastia:

Em outros casos, a abdominoplastia é recomendada quando há o acúmulo de pele e flacidez na barriga. Só que a diferença para a lipoaspiração é que nessa não há acúmulo de gordura localizada na região. 

A abdominoplastia é comumente indicada para mulheres que passaram por múltiplas gestações ou quando ocorre a perda de muito peso rapidamente. Ou seja, essa técnica tem o objetivo de corrigir a parede abdominal para restaurar a musculatura e melhorar o contorno da região. Como resultado, um abdômen mais firme e retinho. 

Por meio disso, é necessário esclarecer que a abdominoplastia não é indicada para o emagrecimento. Ela contribui apenas na remodelação da região abdominal e elimina a saliência no local em pessoas que estão em boa forma e dentro do peso adequado. 

Para a realização da abdominoplastia é feita uma incisão na parte inferior do abdômen e, dependendo do caso, pode ser feita também uma incisão na vertical. Para o pós-operatório, o paciente deverá permanecer em repouso absoluto por duas semanas e, ainda, deve utilizar a cinta cirúrgica por cerca de dois meses para remodelar o corpo e contribuir para o fluxo sanguíneo que acelera a recuperação.  

Qual cirurgia é mais indicada para cada caso?

Lipoaspiração: quando o paciente está na sua forma física ideal, mas concentra gordura localizada em diferentes locais, como culotes, coxas, glúteos, braços ou abdômen. O tratamento não surte efeito contra a flacidez. 

Abdominoplastia: recomendada após multiplas gestações ou perda de peso para eliminar o excesso de pele e flacidez presentes apenas na barriga. O tratamento não é eficaz para a retirada de gordura. 

É importante que qualquer um desses procedimentos sejam realizados por profissionais habilitados. Agende uma avaliação!