fbpx

Cuidados com a saúde no verão: Infecção Urinária

Cuidados com a saúde no verão:  Infecção Urinária

Com a chegada do verão diversos cuidados devem ser tomados em relação a saúde. Nesse período há um aumento significante de casos de infecção urinária, principalmente entre as mulheres. O problema é causado por bactérias ou fungos que se alojam no aparelho urinário e podem tanto causar infecções na bexiga, conhecidas como cistites, como também atingir os rins, ocasionando as chamadas pielonefrites. Confira o artigo abaixo e saiba mais sobre a doença e o por que de ela ser mais comum no verão.

O que é a infecção urinária?

As infecções do trato urinário pode ser definida como sendo a invasão e multiplicação de bactérias nos tecidos do trato urinário, desde a uretra até os rins. É considerado grave, nos casos em que as ITUs contenham fator obstrutivo orgânico ou funcional. Quando o trato urinário está normal, as ITUs são consideradas leves. Elas podem, ainda, ser sintomáticas ou assintomáticas, na dependência da inexistência de sintomas e sinais clínicos acompanhando o diagnóstico bacteriológico.  

Tipos de Infecção Urinária:

As ITU podem ser classificadas de acordo com a sua localização no corpo humano. Quando comprometem o trato urinário baixo (que inclui a bexiga e uretra) podem denominar-se como cistite, uretrite, epididimite, orquite e prostatite ou, de uma forma generalizada, chamam-se infecções do trato urinário baixo. Quando a infecção ocorre nos rins (pielonefrite), denomina-se infecção do trato urinário alto.

Sintomas da Infecção Urinária:

São sintomas comuns o aumento da vontade de urinar, dor ao urinar e sangramento na urina. A infecção nos rins pode causar dor nas costas, náuseas, vômitos e febre.

Por que a infecção urinária é mais comum nas mulheres?

Mulheres estão mais sujeitas a contraírem a infecção por conta de sua anatomia. O ânus e a vagina estão muito próximos da entrada da uretra, o que favorece a migração de bactérias. Em razão dessa proximidade, é essencial a higiene desses locais. Além disso, a uretra feminina é muito pequena, o que favorece a ascensão das bactérias.Outros fatores são uso de geleias espermicidas, ato sexual, gestação, diabetes, obesidade e falta de higiene.

Dicas para evitar as infecções urinárias:

  • Ao ir ao banheiro, por exemplo, é importante limpar as fezes no sentido da uretra para o ânus, o que pode evitar o contato de bactérias presentes no intestino com o trato urinário;

 

  • Cuidar na higienização com sabonetes íntimos. Os sabonetes íntimos, se usados exageradamente, podem matar bactérias importantes para a vagina;

 

  • Assim como no momento da limpeza após a ida ao banheiro, na hora do banho, deve-se evitar que material da região anal chegue ao trato urinário;

 

  • Urinar após as relações sexuais, pois isso evita que bactérias entrem no canal da uretra.

Tratamento para Infecção Urinária:

Os casos mais simples podem ser tratados em casa, utilizando antibióticos. Nos mais graves, em que as bactérias se espalham pela corrente sanguínea, o paciente pode precisar de internação para tratamento endovenoso. Ingerir muita água, urinar com frequência, inclusive após as relações sexuais, e higienizar a região corretamente são cuidados simples que podem evitar transtornos para a mulher.

Alimentos que ajudam na prevenção da Infecção Urinária:

A alimentação também pode ser fundamental no tratamento das ITUs. Alguns exemplos são:

Probióticos: Iogurte e outros produtos fermentados contêm bactérias “boas”, como lactobacilos e bifidobactérias. Estas bactérias amigáveis ​​ajudam a fortalecer o seu trato urinário e outras condições urogenitais. Estas bactérias também são benéficas para a formação de bactérias protetoras barreiras vaginais para a área da bexiga, o que ajuda a reduzir os sintomas da infecção urinária. Em frutas, você encontra probióticos facilmente nas azeitonas e maçãs.

Frutas e alimentos ricos em vitamina C: A vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, é frequentemente usada para combater os sintomas da infecção urinária, uma vez que ajuda a inibir o crescimento de bactérias, como a E. coli. A vitamina C faz sua urina menos ácida e pode reduzir suas chances de desenvolver uma infecção urinária recorrente. Exemplos de alimentos ricos em vitamina C incluem laranjas, repolho, couve-flor, tomate, frutas vermelhas, kiwi, brócolis, espinafre, goiaba e grapefruit.

O verão é a infecção urinária:

Essa época do ano pode ser a mais suscetível para se contrair uma infecção do trato urinário. Isto pois essa época, que costuma coincidir com as férias, os hábitos mudam, tanto em horários, como em alimentação, o que já desregula o organismo. Utilizar biquínis molhados por muito tempo e não urinar com a frequência necessária também são fatores que influenciam no aparecimento das infecções urinárias.