fbpx

Acne Solar: O que é? Como evitar?

Estamos chegando no verão, época de férias e que as pessoas costumam ir para a praia e para a piscina. Com isso, é também o período em que a pele acaba ficando mais exposta ao sol. Isso mesmo! Conquistar aquele bronzeado perfeito pode custar caro para a saúde e beleza da pele. 

Por essa razão, o protetor solar deve ser um item fundamental na rotina de cuidados com a pele. Ele pode ser um aliado para evitar uma série de danos que o sol pode causar, como queimaduras, manchas, fotoenvelhecimento e até o temido câncer de pele. No entanto, existe um outro problema que pode ocorrer em decorrência da exposição excessiva ao sol: a acne solar. 

▶ Acne solar: entenda o que é

A acne solar é caracterizada por pequenas bolinhas vermelhas, como pequenas espinhas que secam mais rápido. Elas estão ligadas às queimaduras provocadas pela radiação. O que acontece é que o sol aumenta a produção de sebo e diminui as células de defesa, piorando a acne. Porém, o problema tende a se intensificar no verão e costuma atingir áreas do corpo, como: rosto, pescoço, ombros, tórax e costas. 

▶ Causas: 

A acne solar é causada pela associação de alguns fatores, como:

🔹 predisposição individual; 

🔹 luz do sol, que aumenta a produção de suor e oleosidade; 

🔹 uso inadequado de cosméticos. 

▶ Como evitar? 

Na estação mais quente do ano, a melhor forma de prevenção é também o filtro solar. O produto é o principal aliado na prevenção desse tipo de acne, além de ajudar a proteger o corpo e o rosto dos outros efeitos nocivos da radiação. 

*** Entretanto, é preciso que o dermocosmético tenha fórmula livre de óleo para que o problema não seja agravado. A dica é procurar produtos com textura em gel, gel-creme, serum ou toque seco e que sejam rapidamente absorvidas na pele, para mantê-la sequinha no decorrer do dia. 

▶ Como tratar? 

O ideal, sempre, é procurar um dermatologista para que ele analise o seu caso em específico e indique os produtos adequados para a sua rotina. Entre os itens normalmente indicados para esses cuidados estão o gel de limpeza, tônico sem álcool, esfoliante suave e hidratante em gel. 

Em caso de inflamação, o especialista pode receitar antibióticos também. Além disso, é muito importante que as espinhas não sejam espremidas para não provocar marcas e/ou infecções.